28.5.07

Lamas


Se há um lugar no Rio onde se tem a certeza de que qualquer coisa que se peça do cardápio será deliciosa, este lugar é o Lamas. Antiiiigo (fundado em 1874, mas já mudou de endereço algumas vezes), sempre lotado, com cara de restaurante-que-meu-avô-frequentava-muito, tradicional reduto de boêmios e artistas (e os dois ao mesmo tempo), mesas grandes, cadeiras confortáveis. Campeão no ranking da melhor CCC - Comida Carioca de Combate. Aliás, sabe do que se trata?

CCC é o seguinte, merrrrmão, como dizem os cariocas: pratos fartos (você pede aquele que diz "para 1 pessoa", dá para dois e ainda sobra um pouco, extamente como em Portugal) e tem à frente sempre as mesmas opções infalíveis, tais como Filé à Oswaldo Aranha, Picanha à brasileira (com farofa e molho à campanha), Filé de peixe com arroz de brócolis e molho de camarão e por aí vai. Ontem, tracei no Lamas um "Filé modificado", como definiu Gomes, o garçom. Era para ser um Oswaldo Aranha, com alho frito, arroz, farofa e batatas fritas. Mas pedi para trocar: queria arroz de brócolis e batatas coradas. "Você quer é um filé modificado, que nem soja". É, Gomes, isso aí. Ah, sim. Nos lugares onde se serve uma boa CCC é sempre permitido trocar os acompanhamentos. Claro, porque não são pratos únicos e exclusivos. A intenção é justamente misturar de vez em quando, já que a comida é sempre a mesma... Enfim, lá veio meu filé, sangrando como eu gosto, com uma batata deliciosa, farofinha e arroz de brócolis. Maravilhoso. Era de se comer rezando, juro por Deus. Para a sobremesa, não fotografei, mas tracei um sorvete com profiteroles e calda de chocotale. Hum... delícia.

(Bom, sei que vão dizer "ah, mas você não falou da canja, da cassarola, do filé à francesa, do creme de abacate...". É aquela coisa, né? Lugar tradicional... todo mundo tem um prato favorito, uma história para contar, uma lenda para passar para frente. Pos isso, peço logo desculpas, gente. Outro dia faço outro post sobre o Lamas. Ele merece, ele merece, ele merece!)

Café Lamas Restaurante
Rua Marquês de Abrantes, 18, Flamengo, Rio de Janeiro
(21) 2556 0799

Um comentário:

Felipe disse...

ah que saudade do lamas....